O meu brinde ao 2016.

2016 levou muita gente. Levou a minha avó. De todos os nomes sonantes que chorámos nenhum se compara ao dela. Maria de Lurdes. 2016 levou algumas pessoas, mas trouxe outras. Trouxe o Francisco e o Ernesto e terá trazido tantos outros filhos a este mundo, no qual temos que continuar a acreditar. 2016 foi o ...


No tags 2 Comments 21

A falta que me fazes no Natal.

Paro o relógio. Desligo a espiral que me faz entrar naquela rotação típica. Acelerada. Cansada. Preocupada com o tudo e com o nada. Dispo a capa do ser humano corrompido pelas horas obrigatórias e obrigo-me a ser. A parar para respirar. Que privilégio este. Ponho música. Tenho um retrato teu na bancada escondido entre tachos ...


No tags 0 Comments 12

Sim, eu odeio ginásios.

Eu sei que é importante. Sei que o nosso corpo é uma casa e o exercício é um dos pilares. Sei que faz falta, aliás é cada vez mais notório e visível que faz falta, mas a realidade é esta: EU ODEIO GINÁSIOS. Em caps lock. Negrito. Sublinhado.   «Ah, mas isso é porque nunca encontraste uma modalidade ...