um amor surdo, cego e mudo.

Tantas vezes não ouvimos o que nos dizem. Só vemos o que queremos. Calamos palavras que se oprimem na garganta e lá fazem um coágulo. De sangue e dor e angústia. Há amores assim. Que nos impedem de ouvir mais. Os outros e o que nos diz o nosso corpo. Que nos impossibilitam de ver. ...


Mandei vir da televisão. Ou do facebook.

  «Onde é que conheceste o Pedro? No facebook. Sério? Mas tinham amigos em comum? Não. Adicionei-o depois de o ter visto a cantar na televisão.»   Confesso que cheguei a ter vergonha disto. Dizer assim, de chofre e sem rodeios, que tinha sido uma rede social a unir-nos, nem sei a que é que soa, mas bem não me soava. Há, ...


A Joana.

A Joana. A Joana é uma palavra: Amor. Ela é o amor em todas as formas, todas as manifestações e todas as coisas. É mesmo. Nela, num metro e sessenta de gente, cabe tanto amor e vivem tantos adjectivos, dos bons, que é normal que se perguntem se alguém pode mesmo ser assim. Ela pode. ...