a minha mãe-avó

És mãe duas vezes. Sentiste todas as dores por mim, no parto e na vida, e agora sentes tudo de novo. Sentes por quem nasce e por mim que ocupo um lugar até aqui desconhecido. Até aqui só vivido por ti. És mãe duas vezes, porque trocavas de lugar comigo sempre que me dói. Sempre que a ansiedade ocupa espaço, o medo se apodera e as horas de sono perdidas se acumulam. És mãe duas vezes, porque embalas o teu neto como me embalaste anos antes. Porque lhe passas a mão na cabeça e o sentes também um bocadinho teu. E desfrutas. Agora, sem a inquietação de ser tua a primeira viagem. Porque agora sou eu quem rema, contigo a segurar o leme e prestes a lançar a âncora para que não naufrague. És mãe duas vezes, porque  me dás a mão, o corpo, a ajuda constante e tão honesta que, sei, não preciso agradecer. Brota do teu peito sem esperar nada em troca, porque, afinal, a tua recompensa é seres mãe outra vez. Desta, de um modo especial. Com a maturidade e o calo dos anos vividos. És mãe duas vezes porque lavas roupa dos zero aos tantos meses, fazes jantar com ementa a pedido e ainda trazes lanche recheado a chocolate. Se não se recupera energia a dormir, um croissant pode ajudar. És mãe duas vezes, porque aconselhas sem te impor, deixando-me aprender e errar por mim. És mãe duas vezes e eu sou tão afortunada por te ter. E ele? Ele ainda não sabe a sorte que tem por te poder chamar avó.

Obrigada


4 Comentários
  • Anónimo
    Abril 18, 2018

    Lindo ,lindo beijinhos

  • Anónimo
    Abril 18, 2018

    Lindo texto primauma avó não esquece o amor pelos filhos,mas os netos são um amor maior sejam todos muito felizes,o bebé está maravilhoso bj 💋

  • Anónimo
    Abril 18, 2018

    Que lindo…
    Ao mesmo tempo agradecimento e dedicatória…
    O amor sincero e verdadeiro 😍

  • Chic' Ana
    Abril 19, 2018

    Muito bonito, parabéns pela homenagem! =)
    Beijinhos

O seu comentário