Uma Sessão do Caraças (pela máquina da Isabel Saldanha)

O sábado costuma ser um dia feliz. Mesmo com chuva, o sábado é feliz. Na praia, no sofá com mantas, em almoços ou em jantares. O sábado adivinha horas desocupadas, sem rotinas e queixumes. Para quem trabalha por turnos, o sábado pode até ser uma terça, mas o sábado, quando é sábado, é mesmo bom.

E este foi maravilhoso. Podia procurar outras palavras, embelezar a coisa com pompa, mas maravilhoso basta. E memorável, pronto. E ponto.

Imortalizou ainda mais raízes que já se crêem eternas. Como as das árvores onde nos encostámos. Permitiu exorcizar maleitas e espíritos dos negativos, vestir o corpo ao sabor das cores do outono e deixar que várias luzes nos envolvessem, para que brilhássemos ainda mais. Como numa peça de teatro ensaiada, mas com direito a improviso. A riso. A lágrimas, no final.

Fizemos 30 e mais faremos. Juntas. Em sessões de Outono, de Inverno, de Verão e, sempre, mas sempre, vivendo em plena Primavera. Florida e amolecida pelo amor que nos guia e nos alimenta.

Foi a prenda da Joana, mas foi também nossa. E da Isabel. Obrigada por isto. Que se brinde com tinto, em homenagem a ela. E a nós.

Fotografias (das boas) pela melhor: Isabel Saldanha; A visitar aqui: http://isabelsaldanha.com/

 

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography004

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography018

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography002

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography033

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography022

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography035

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography031

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography029

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography051

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography037

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography039
sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography021

sessuo-amigas_docaraoas_-isabel-saldanha-photography041

 

 

 

 


Sem tags 0 Comentários 8

Ainda não tem comentários.

O seu comentário